Experiência com Maçãs mumificadas

 

unnamed-22

Oi pessoal!

Por aqui estamos passando pelo Egito. Como optamos pela Educação Clássica, acreditamos que o melhor modo de estudar História é da forma cronológica. Assim, vemos concomitantemente a História Mundial e a Bíblia, pois cremos que a História é o palco da Redenção divina do homem caído.

Estamos usando o livro Story of the World, de Susan Wise Bauer, e pretendemos usar o Mystery of History, esse com uma visão mais cristã.

Quando estudamos o Egito Antigo, nós que somos cristãos, precisamos ter muito cuidado com as diversas nuances de espiritismo e idolatria em que toda a cultura estava afundada, olhando para ela com os óculos da cosmovisão bíblica. Nesse sentido, focamos bastante na história de Abraão, José e Moisés, homens de Deus vivendo na cultura egípcia mas que não se deixaram envolver por ela, e deixamos um pouco de lado os deuses, e o pós morte do modo como os egípcios acreditavam, mas afirmando às crianças que sim, nós teremos vida após a morte, e que só há dois lugares para onde poderemos ir: um COM Deus para sempre ou outro SEM Deus eternamente. (João 3.16)

Para esse projetinho, lemos o livro “Você não gostaria de ser uma Múmia Egípcia”, ed. Zastras, que conta todas as coisas “nojentas” do processo de mumificação. As crianças adoraram o livro. Achei numa troca de livros em minha cidade.

 

Há muitas ideias de mumificação na internet e vários preservativos a serem usados. Aqui esta uma ideia, que achei muito legal e fácil, baseada no blog The Unlikely Homeschool.

Você vai precisar de:

IMG_77102 maçãs

10 copinhos de plástico

fita crepe pra as legendas

sal

açúcar

vinagre

bicarbonato de sódio

Rolo de gaze

Corte as maçãs de modo a conseguir 10 pedaços

IMG_7711

Dois pedaços serão o “controle”. Coloque um pedaço num copo, e o outro enrole na gaze, depois deposite no copo. Escreva as legendas: “Controle” e “controle + gaze”.

Outros dois pedaços serão colocados em mais dois copos um com gaze e outro sem. Você irá cobrir esses dois pedaços com um dos preservativos. Por exemplo, açúcar. Então terá mais dois copos. Em um terá maçã com açúcar e no outro terá maçã com gaze e açúcar.

unnamed-8

 

Faça isso com todos os outros pedaços de maçã e o restante dos preservativos.

Nesse ponto teremos:

Controle e Controle + gaze

Açúcar e Açúcar + gaze

Vinagre e vinagre + gaze

Bicarbonato e bicarbonato +gaze

Sal e sal + gaze

unnamed-9

 

Depois de uma semana, junte a garotada para abrir as múmias e tentem advinhar qual preservativo elas acham que mais preservou a maçã.

 

Elas verão que a maçã que ficou coberta só com sal está bem preservada, cor e textura.  As maçãs com a gaze ficaram cheias de fungo, bolor, pois a gaze se tornou como uma estufa para a proliferação dos fungos. Relembrem que os egípcios usavam o sal para secarem o corpo dos mortos antes de envolvê-los em linho.

unnamed-11

 

Vocês também podem fazer um desenho das múmias mais preservadas e registrar a experiência. Aqui está o PDF que fiz.

unnamed-15

No final de tudo ouvi a frase: “AAAhhh, agora entendo porque Pa usava sal nas carnes”    (uma referência ao livro Uma casa na Floresta, de Laura Ingalls Wilder, que estamos lendo).

É quando seus alunos fazem essa associação que você tem certeza que eles estão compreendendo, e a lição fez sentido. E o objetivo é esse mesmo!

🙂

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Leitura em voz alta de “O Sobrinho do Mago” – C. S. Lewis

narnia-o-sobrinho-do-mago

 

Ontem terminamos a leitura em voz alta do nosso segundo livro, aqui em casa, O Sobrinho do Mago, de C. S. Lewis.  Já havíamos lido “O Leao, a Feiticeira e o Guarda-roupa”, e embora esse tenha sido o primeiro, não encontrei muita resistência, pois as crianças estavam loucas pra terminar e poder assistir o filme (eu não as deixo assistir nada sem que primeiro tenham lido o livro).

Porém, a leitura do segundo livro que escolhi para elas se revelou um loooongo parto. Achava eu que eles se interessariam em saber como Nárnia havia sido criada, quem era o professor Kirke, de onde havia surgido o Guarda- Roupa….no entanto, estava enganada…. Eles pareciam não gostar do livro, não entender, não querer mais continuar a história….. Não preciso nem mencionar que a narração oral também estava travada…..isso foi bem  frustrante….

Como não tenho muito o hábito de começar algo e não terminar, relutei em por o livro de lado…Tentei de tudo, ler menos capítulos, ler pausadamente, fazer maquetes, resumos, pinturas…. até que resolvi começar a leitura de outro livro concomitantemente. Eu às vezes faço isso comigo mesma, deixo um de lado por um tempo, começo outro e depois volto no primeiro. Ler dois livros ao mesmo tempo faz com que forcemos o cérebro a lembrar de dois enredos. Então, começamos a leitura em voz alta de Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato.

19723883_1353115311433242_1742967796_omaquete do Bosque entre Dois Mundos

E não é que funcionou? pouco tempo depois eu os ouvi conversando sobre o Digory e a Polly (personagens do Sobrinho do Mago) e resolvi sentar calmamente e ver se conseguíamos terminar a leitura. Eles pularam pra cima de mim, atentos, e conseguimos terminar o livro, pois faltavam apenas dois capítulos….

No final, juntei todo o resumo que fizemos, pinturas e perguntas simples sobre o enredo, fiz uma capa pro trabalho e grampeei! Eles ficaram tão felizes por terem aquele senso de completude, que ganhei um beijo e um pedido para pôr nosso autor na Linha do Tempo…

19749350_1353113628100077_1746133398_o                               C. S. Lewis devidamente inserido em nossa Linha do Tempo

 

No final, a pergunta que ouvi foi: “Qual o próximo livro que vamos ler, mamãe?” Acho que isso já é motivo suficiente pra continuar ensinando bons hábitos de leitura, de estudo e a virtude da diligência….

Não é mesmo? 🙂

 

 

 

Caldo de Queijo com Bacon

18191407_1289830881095019_384110601_n

 

Tá frio por aí? Por aqui já esfriou, então a gente só pensa em preparar refeições quentinhas e confortáveis…. e caldo sempre foi uma boa opção.

Ontem tivemos um caldo de queijo na Reunião das Mulheres Sábias e ficou divino! Fomos aquecidos com a Palavra Viva e o Caldo Gostoso!

Essa receita é da Allana e Suely, e elas nos serviram quando fomos visitá-las ano passado.

Então, sem mais delongas, vamos à receita…….

Ingredientes: 

4 batatas grandes

1 copo de requeijão

1 caixa de creme de leite

1 tablete de caldo de galinha

Muçarela em cubinhos (o quanto baste)

orégano, cheiro verde e bacon frito picadinho.

Modo de Preparar

Descasque as batatas e cozinhe em panela de pressão com o tablete de caldo de galinha.  Quando a panela pegar pressão deixe cozinhando por 15 minutos. Após o cozimento, deixe amornar e bata as batatas no liquidificador com um pouco da água da panela. Bata por etapas e deixe na consistência de creme

Quando for bater a última batata coloque o requeijão e o creme de leite. Transfira o creme para outra panela em fogo baixo até o ponto de servir

Acrescente orégano e cheiro verde e a muçarela cortada em cubinhos. Não é necessário que os cubinhos derretam.

Acompanhamentos

– bacon ou calabresa fritos picados em cubo.

-pão francês

-torradas

 

Hummmmm. Bom apetite!

Batatas Rústicas de ervas e parmesão

img_0977

 

Coisa mais fácil e deliciosa do mundo é Batata Rústica com um bom molhinho. Dá pra fazer só com as ervas ou juntar um parmesãosinho. Há ainda uma variedade imensa de dips para mergulhar essa gostosura e se deliciar.

Então vamos lá:

Corte 3 batatas de comprido com a casca, não muito finas, deixando-as meio gordinhas.

Leve ao microondas por 8 a 10 minutos para que fiquem molinhas.

16326525_1198996736845101_3289515_o

Pique um punhado de ervas: Alecrim, tomilho, sálvia ou orégano fresco. Plissss, use ervas frescas (rsrsrs). Amasse dois dentinhos de alho. Junte a isso algumas colheres de azeite e sal a gosto.

Forre uma forma com alumínio e vá bezuntando as batatas nessa mistura. Você pode salpicar também parmesão ralado!

16358002_1198996740178434_281194260_o

 

Deixe assar por uns 30 minutos, virando as batatas, ou até que fiquem douradinhas.

Aqui em casa eu fiz um molhinho de queijo branco, creme de leite, limão e páprica picante. Eu gostei (porque, afinal, existe alguma coisa nessa terra que seja de comer e eu não goste?) mas  não agradei o povo por aqui. Então, talvez você queira tentar outra coisa.

Tem algum sugestão de dip? Manda pra mim nos comentários!

Bom apetite!

Focaccia de Batatas

img_0435

A Focaccia é um pão italiano plano no mesmo estilo da pizza, porém mais fofo e alto. A cobertura pode ser de ervas, rodelas de tomate, cebola, azeitona, até mesmo carne, e o tradicional sal grosso.

Essa receita é da Gória Huk. O blog dela é lindo, cheio de coisas deliciosas e belas fotos. Vale a pena seguir!

Eu testei aqui em casa pela primeira vez essa receita e a focaccia foi-se em menos de 24 horas! Da próxima estou planejando adicionar mais cobertura, pois fica divino!

Mãos à obra!

Para a Esponja
2 1/2 colheres de chá de fermento biológico seco
120 ml de água morna
2 colheres de chá de açúcar
1/2 xícara de farinha de trigo
Misture todos os ingredientes, cubra e deixe descansando por 30 minutos

img_0425

 

Para a Massa

1 1/2 xícara de batatas amassadas
120 ml de água morna
1 col. sopa de manteiga em temperatura ambiente
5 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de sal
5 – 6 xícaras de farinha de trigo
Misture a esponja com o purê de batatas. Junte os demais ingredientes, usando apenas 5 xícaras de farinha. Misture bem e comece a sovar. Adicione mais farinha e vá sovando bem até desgrudar das mãos.

 

Faça uma bola com a massa, cubra com um pano e deixe crescendo até triplicar de tamanho. Abra a massa e distribua em uma forma untada com azeite e farinha. Distribua a cobertura, pode ser rodelas de tomate, cebola, azeitona, e ervas de sua preferencia, mas o mais tradicional é o alecrim. Regue com azeite e salpique sal grosso a gosto.

img_0430

Asse em forno preaquecido a 200 graus até dourar.

Sirva com algum antepasto e buon appetito!

 

FONTE Focaccia da Gória

Pão Australiano do Outback

img_0295

 

O Pão australiano tão famoso do Outback é aquele escuro com sabor adocicado e que vai tão bem com uma manteiguinha derretendo! Se você ainda não foi ao restaurante Outback Steakhouse, está perdendo os pratos maravilhosos da culinária australiana!

Mas você já pode fazer em casa pelo menos um deles, eis aqui a receita que se aproxima ao máximo do famoso pão.

Mãos à obra!

 

Ingredientes: 

img_0288

2 xícaras de farinha de trigo

1 xícara de farinha de trigo integral

1 xícara de farinha de centeio

1 e 1/4 xícaras de água morna

3 colheres (sopa) açúcar mascavo

3 colheres (sopa) de mel

1 colher (sopa) de chocolate em pó 100% cacau

2 colheres (sopa) de manteiga sem sal

1 colher (café) de sal

1 pacotinho de fermento seco instantâneo (12 g)

fubá para polvilhar

 

Modo de fazer 

Numa vasilha ou numa superfície de granito, deposite todas as farinhas, o chocolate, o açúcar mascavo e o sal e abra um buraco no meio. Vá despejando aos poucos a água morna enquanto mistura as farinhas.

img_0289

Por fim, adicione o mel, a manteiga e o fermento. Sove bem até conseguir uma massa homogênea.

img_0290

Deixe a massa crescer por uma hora em um ambiente bem quente. Depois de uma hora, sove novamente e modele os pães em duas partes e os deposite numa forma untada. Deixe a massa crescer por mais uma hora até que dobre de tamanho.

Polvilhe fubá por cima da massa e leve ao forno pré aquecido a 200ºC. Deixe assar por 30 a 40 minutos.

15725745_1170158003062308_480692233_o

Retire do forno e deixe esfriar por alguns minutos. Sirva com manteiga!!

Hummmmmmmm..

 

 

 

 

Biscoito Natalino de Gengibre

 

gingfinal

 

Essa receita de Biscoitos de gengibre é do Panelinha. Maravilhosa. Muito cheirosa, a casa fica com um aroma delicioso de gengibre e mel! E é super tradicional de Natal!

Aqui a nossa tradição é dar biscoitinhos de presente juntamente com alguns folhetos, assim apresentamos às pessoas o Maior e Melhor presente de Natal: O próprio Senhor Jesus Cristo, o Salvador!!

biscoitogengibre9

 

Mãos à obra!!:

PARA O BISCOITO

Ingredientes
100 g de manteiga
1 xícara (chá) de açúcar mascavo
4 colheres (sopa) de mel
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de gengibre em pó
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 ovo batido
manteiga e farinha de trigo para untar e enfarinhar

 

Modo de Preparo
1. Numa panela, junte a manteiga, o açúcar mascavo, o mel e leve ao fogo baixo. Mexa com uma
colher até obter uma calda.

2. Numa tigela, peneire a farinha de trigo, o gengibre e o bicarbonato. Misture bem com uma colher e acrescente a calda derretida e o ovo batido. Mexa até obter uma massa uniforme.

3. Embrulhe a massa em filme. Não se preocupe com a consistência, pois a princípio a massa fica muito mole. Leve à geladeira por no mínimo 12 horas.biscoitogengibre4

4. Preaqueça o forno a 180ºC (temperatura média).

5. Em uma superfície enfarinhada, abra a massa com um rolo até que fique com 0,5 cm de espessura. Corte a massa com cortadores de formatos variados. Se preferir, use a boca de um copo para fazer biscoitos redondos.

6. Unte duas ou mais assadeiras grandes com manteiga e polvilhe com farinha. Distribua os biscoitos nas assadeiras, deixando uma margem de 2 cm entre eles. Leve ao forno preaquecido e deixe assar por 10 minutos.

7. Retire do forno e deixe esfriar. Quando os biscoitos ficarem firmes, retire-os com a ajuda de uma espátula. Se quiser, enfeite os biscoitos com glacê, veja a receita na página seguinte. Conserve num recipiente fechado, em local seco e arejado.

PARA O GLACÊ

Ingredientes
1 clara
1/2 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro
corante alimentício a gosto
Modo de Preparo
1. Numa tigelinha, bata ligeiramente a clara com um garfo até obter uma espuma. Acrescente o açúcar aos poucos, mexendo sempre, até obter um creme que não escorra.

2. Reserve um pouco do glacê branco e tinja o restante nas cores desejadas.

3. Enfeite os biscoitos com a ajuda de um palito ou de um saco de confeitar.

FONTE: Biscoito de Gengibre

 

Falafel Israelense

img_0575

 

O Falafel é o prato típico mais pedido em Israel. É um bolinho muito saudável feito com grão de bico, ervas e condimentos, e  uma ótima opção pra quem quer deixar de lado um pouco a carne. O grão de bico não precisa ser cozido, apenas ficar de molho.

Ingredientes: 

2 copos de grão de bico cru

1 copo de coentro picado

1 copo de salsinha picada

1 colher de páprica doce

1 colher de pimenta síria

4 dentes de alho amassados

meia cebola picada

sal a gosto

água e farinha de trigo para dar liga

óleo de gergelim torrado para fritar

 

Modo de fazer

Deixe o grão de bico de molho por pelo menos 12 horas. Depois, escorra a água, lave bem os grãos e bata no liquidificador junto com todos os ingredientes. Vá adicionando um pouco de água para que bata com mais facilidade, mas não deixe que fique uma pasta líquida. Precisa ser uma pasta consistente. Adicione também em torno de meio copo de farinha de trigo para dar liga à massa.

Acerte o sal e coloque em um recipiente. Leve à geladeira por pelo menos 40 minutos.

Faça bolinhos achados com a mão e frite em óleo de gergelim torrado não tão quente. Não deixe que o óleo esquente muito, caso contrário o bolinho ficará com uma cor bonita por fora mas cru por dentro. Deixe que vá fritando aos poucos.

Você pode fazer um sanduíche de Falafel usando um Pão Sírio Folha e vinagrete de tomate, cenoura, repolho, pepino e coentro. Pode adicionar ao seu sanduíche hommus ou coalhada síria temperada.

 

Bom apetite!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Croque Monsieur Assado da Alana

img_0518

 

Essa receita de Croque Monsieur assado é um pouco diferente da tradicional. Não vai molho bechamel, porém, é igualmente deliciosa.

Voilà:

Ingredientes: 

75g de mostarda dijon

6 fatias de pão integral ou branco

126 gramas de queijo gruyére

70 gramas de presunto

6 ovos

1/2 colher de chá de sal.

80 ml de leite

4 colheres (sopa) de queijo gruyére, emmental ou cheddar ralado

molho inglês a gosto

 

Modo de preparo: 

Passe a mostarda em cada pedaço de pão. Faça sanduíches com uma fatia de queijo, outra de presunto e uma terceira de queijo. Corte cada sanduíche na diagonal de forma a obter dois triângulos. Acomode os sanduíches numa forma que possa ir ao forno.

Bata juntos os ovos, o sal, o leite e despeje sobre os sanduíches. Cubra com filme plástico e deixe na geladeira da noite para o dia. Na manhã seguinte, preaqueça o forno a 200 graus. Tire a vasilha d geladeira e remova o filme plástico. Polvilhe com o queijo ralado e gotas de molho inglês.

Asse por 25 minutos.

Bon Appétit!

 

*** Receita extraída do Caderno de Receitas da Alana Servadio. Quem tiver interesse na compra do caderno, não deixe de me escrever!

unnamed-3